Cadetecross é a nova porta de entrada no Velocidade na Terra.


Categoria permitirá que crianças que moram longe dos kartódromos de asfalto ingressem no automobilismo.


Estreou neste final de semana (9 e 10/7), em Sorriso (MT), na programação do campeonato mato-grossense de Kartcross, a categoria de início na Velocidade na Terra (VNT), a Cadetecross, para crianças de 6 a 12 anos.

Foto: Luciana Flores


A Cadetecross utiliza motores e chassis menores para que as crianças possam iniciar no VNT de forma mais segura. O motor é estacionário de 7 HP (210cc), de várias marcas no mercado. O chassi tubular tem aproximadamente 1,90m de comprimento com 1,25m de largura. Atualmente no Kartcross, somente adolescentes a partir de 13 anos podem competir, já que é um veículo maior, mais potente e tem marchas.

Alexandre Martins, presidente da Comissão Nacional de Velocidade na Terra (CNVT) disse que, “como pai vejo a oportunidade do meu filho entrar na Velocidade na Terra bem cedo e, como presidente da CNVT, vejo com muito entusiasmo essa categoria, pois será uma escola para outras categorias da Velocidade na Terra e, com isso, o automobilismo ficará mais próximo dos interiores e poderemos conhecer novos talentos que antes não teriam contato com o automobilismo”, comenta o presidente.

E ainda completa: “a expectativa é que ela cresça bastante em todo o Brasil. Começou em Mato Grosso, mas já tem uma grande procura e é uma boa entrada para crianças para o Velocidade na Terra”, finaliza Alexandre. Na etapa inaugural, Heitor Fonseca (MT) foi o vencedor na geral, depois de conquistar a pole position e faturar a primeira bateria. A segunda prova foi vencida por Enzo Martins (PR), o 2º na classificação geral, seguido por Guilherme Monteiro (MT). A próxima etapa será anunciada brevemente.


Texto: Fran Oliveira

Foto : Luciana Flores

---

Comunicação CBA

Fran Oliveira (Institucional)

Fernanda Gonçalves (CNK)

Américo Teixeira Junior

19 99749-8111

comunicacao@cba.org.br


Autor: Assessoria de Imprensa